Um aviso sobre a newsletter

A newsletter do Pinguins Móveis saiu do beta! Inscreva-se e receba nossa newsletter. É de graça, não tem encheção de saco e volta e meia prometo algumas edições extras de coisas que gostaria de alertar, conversar “em privado” etc.

newsletter-551126_960_720

Ah sim: a partir da próxima semana, as newsletters semanais aparecerão com uma semana de atraso nos arquivos. E as newsletters extras, com um mês de atraso. Pitacos do pinguim com uma semana ou mês de antecedência, que tal?

O Nokia 8 está entre nós

Com especificações de topo-de-linha-mas-não-tanto-topo-de-linha-assim – estão lá as bordas e o botão capacitivo, mas também o Snapdragon 835, a tela QHD 5,3″, os 4GB/64GB de RAM/armazenamento (ah, e microSD), USB-C, TRÊS câmeras (duas traseiras e uma frontal) de 13 megapixels, Android 7.1.1 com as promessas de atualização constante e rápida mantidas.

E com preço de topo-de-linha-mas-não-tanto-topo-de-linha-assim: na Europa Continental, o Nokia 8 sairá a 599 euros, abaixo de Samsung Galaxy S8, LG G6 e HTC U11, mas acima do OnePlus 5… e sim, a startup da Oppo é o telefone com o qual o Nokia 8 será comparado.

Eu? Continuo esperando para ver se o Nokia 7 será mesmo o novo Nexus 5/5X (linha Nexus, saudade verdadeira, saudade eterna).

Chromebook como computador de desenvolvimento

Viajar de avião pelos/para os EUA com laptop não está sendo fácil; por outro lado, todo desenvolvedor que se preza tem que ter seu laptop de desenvolvimento para poder trabalhar.

Kenneth White resolveu este problema de uma maneira elegante e segura: usando um Chromebook como ambiente de desenvolvimento. E, também, mostra como a chegada de apps Android ao Chrome OS mudam os casos de uso do sistema operacional.

(De passagem: Kenneth usa um Samsung Chromebook 3, o único dos raros Chromebooks à venda no Brasil com suporte a apps Android – por enquanto só no beta channel).

Família Q6: finalmente a LG retorna à luta da gama média?

Se o G6 recolocou a LG na conversa da gama alta, nada mais apropriado que trazer a linguagem de design do aparelho, trocar o chip por um Snapdragon 435, atochar RAM e armazenamento, tirar umas coisinhas aqui e ali e… vender como Q6+/Q6/Q6α.

Não sei se é o suficiente para recolocar a LG na conversa da gama média, mas pelo menos a LG está tentando seriamente.

Tem dia que de noite é assim, Google…

EDIT: Nas versões mais novas suporta versões mais novas do SMB. Tá tudo bem agora.

Esta semana o Google lançou um cliente Samba “oficial” para Android. Tá, isto deveria estar nativo no SO, mas é melhor que nada.

Quer dizer…

Quer dizer… não, esquece. Deixa pra lá. Porque o cliente Samba “oficial” só suporta SMBv1.

SMBv1 que está sendo extinto à velocidade da luz depois do WannaCrypt e do NotPetya.

your_shipment_of_fail.jpg

Boa tentativa, Google. Pena que não funcionou.

Galaxy Note Fan Edition: a vitória do fandom

Se o Galaxy Note 7 não explodisse, seria um tremendo telefone. Mas o Note 7 tinha baterias que explodiram. E tinha também um fandom que, mesmo com todo mundo quase implorando pra devolver o telefone, não devolvia.

Bom, agora tem o Galaxy Note Fan Edition pra essa turma. Por enquanto, só pra 400 mil coreanos. E com bateria que, assim a Samsung espera, não exploda.