A resenha do Engadget é a melhor coisa que poderia ter ocorrido ao Ubuntu Phone

Acho que todo mundo já deve ter visto a resenha do Ubuntu Phone feita pelo Engadget.

A resenha tem momentos bem cruéis, já começando pelo título, que diz years in the making, but still not consumer-ready. E era exatamente isso que o Ubuntu Phone precisava ouvir (no caso, ler) para avançar.

Numa era em que fabricantes aleatórios aplicam temas diferentes em cima de uma ROM existente, ou do AOSP, e dizem que criam um novo sistema operacional em seis meses, é sempre importante lembrar que criar um sistema operacional e deixá-lo em ponto de utilização pelas massas exige muito tempo e muito investimento. Além disso, não existe if you build it, they will come no mundo mobile, portanto é necessário um longo e tedioso trabalho de convencimento. O jogo tem que ser de longo prazo, e quem não quer jogar esse jogo é melhor que fique nos forks AOSP.

(Sim, não parece que se andou muito em seis meses. Mas não sei se conseguiria andar muito nesses seis meses.)

Uma vantagem do Ubuntu Phone é que a Canonical é persistente, ao contrário de boa parte dos comentadores de internet, dentro e fora da comunidade de Software Livre. A resenha do Engadget é uma lembrança de que a persistência tem que continuar.

Anúncios

Um comentário sobre “A resenha do Engadget é a melhor coisa que poderia ter ocorrido ao Ubuntu Phone

Os comentários estão desativados.