O primeiro exploit a gente nunca esquece

O primeiro exploit do Ubuntu Phone. Nada muito complicado: um app montado para escapar da revisão manual e, quando instalado, leva o usuário a rodar um script que muda o bootsplash e dá root ao intruso. Mas não deixa de significar que alguém se importa com o Ubuntu Phone, e seus usuários, para montar um exploit.

(via)

Anúncios