A Purism testa as águas de um telefone com GNU/Linux

O fato de OpenMoko, webOS, Firefox OS, Sailfish, Ubuntu Phone e Tizen não terem conseguido emplacar um telefone com stack GNU/Linux “clássico” (os três últimos continuam tentando) não parece ter intimidado a Purism, que está coletando feedback para um Librem Phone com GNU/Linux.

As especificações não são nenhuma maravilha (Freescale i.MX6 com Vivante GC200, alguma quantidade não-especificada de RAM DDR3, alguns sensores, microUSB, entrada de fone de ouvido; além disso, pode ter microSD, GPS, webcam, microfone e kill switches por hardware.

Quanto ao software, até agora nada se a Purism vai aproveitar os projetos existentes ou reinventar a roda do zero. Só sabemos que será um stack GNU/Linux “clássico”.

(via)

Anúncios

Um comentário sobre “A Purism testa as águas de um telefone com GNU/Linux

  1. “Quanto ao software, até agora nada se a Purism vai aproveitar os projetos existentes ou reinventar a roda do zero. Só sabemos que será um stack GNU/Linux “clássico”.”

    Pela foto, parece que a proposta é vir com Gnome

    Curtir

Os comentários estão desativados.