Dois importantes rescaldos do lançamento dos Pixel Phones

  1. A HTC é mesmo a OEM dos Pixel. OEM no sentido literal: o Google diz o que quer no telefone, a HTC fabrica e bota a marca do Google e pronto; diferente dos tempos de ODM do Windows Mobile para as Qtek da vida.
  2. A linha Nexus morreu mesmo, e não deixa sucessores. A linha Pixel é construída pela divisão de hardware do Google, que, para efeito da divisão Android, é apenas uma OEM a mais. Guardem esta informação para o futuro. E se lembrem que o Pixel NÃO roda “Android puro”, ou “stock Android”, mas sim um skin próprio. (achando que os Android Developer Phones vão ter que ressucitar.)
Anúncios