Nokia 3310 4G e Reliance Jiophone: os featurephones alcançam o paraíso do LTE

De maneira bem discreta, a HMD Global anunciou o Nokia 3310 4G na China.

Nokia-3310-4g.png

Além de LTE, Wifi e VoLTE, o Nokia 3310 4G conta com o YunOS, o fork AOSP da Alibaba, como sistema operacional, em vez do Series 30 das versões 2G e 3G; isso não significa que o Nokia 3310 4G seja um smartphone, mas sim um featurephone que roda um SO que suporta LTE.

(Certamente saberemos na MWC, quando a HMD lançar o 3310 4G para o resto do mundo, se o YunOS vai ser substituído na versão global do telefone)

Aliás, o Nokia 3310 4G não é o primeiro featurephone com LTE; o Jiophone, carro-chefe do espetacular sucesso da Reliance Jio na Índia, roda o KAI OS, que é… um fork do falecido Firefox OS.

Afinal, os featurephones precisam migrar para o LTE, certo? 5G tá aí, as operadoras querem fazer refarming das redes GSM e 3G… e nada como usar versões menores dos SO de smartphones que já existem.

 

YunOS: a Alibaba vai à luta

A Alibaba é um dos grandes jogadores da internet chinesa. Causou um terremoto na Bolsa de NY. E chegou à conclusão de que precisava de um OS móvel (claro que AOSP), mesmo sabendo da absoluta confusão que é a cena Android na China.

Não que o Philips i966 tenha como único destaque ser o ponta-de-lança do YunOS: tela 2K de 5″, Snapdragon 801, dual-SIM, LTE, câmera traseira Sony de 20,7 megapixels e frontal de 8 megapixels, bateria de 3000mAh.

Além disso, tem o Meizu MX4 com YunOS – o que não é nenhuma surpresa, já que o Flyme foi usado como base pela Alibaba.